MatrizPix

 
Logo MatrizPix Login  separador  Ajuda  separador  Links  separador  Mapa do Site
 
domingo, 25 de Junho de 2017    APRESENTAÇÃO    PESQUISA AVANÇADA    EXPOSIÇÕES    CONTACTOS 
 

PEDIDO DE IMAGENS
Nº de imagens  0  
linha
Ver pedido seta   
 
     
 
Apresentação


MatrizPIX: Conteúdos e Objetivos
Um dos eixos de ação de primordial importância na salvaguarda do Património Cultural reside na sua documentação fotográfica, missão que a Direção-Geral do Património Cultural desenvolve no contexto do seu Arquivo de Documentação Fotográfica.


Neste âmbito, o MatrizPIX tem como objetivo fundamental a promoção do acesso online ao Inventário Fotográfico Nacional, em particular ao banco de imagens digitais relativas às coleções dos Museus e Palácios Nacionais. O MatrizPIX constitui um banco de imagens em permanente crescimento e atualização, em correspondência direta com o trabalho de produção de documentação fotográfica do Património Cultural Móvel e Imóvel Nacional.

O MatrizPIX consiste num motor de pesquisa sobre fundos fotográficos digitais em alta resolução, produzidos e geridos pelo ADF/DGPC, designadamente no âmbito da sua vocação primordial de cedência de imagens dos bens culturais móveis integrados nas colecções dos Museus, Palácios, Monumentos e outros imóveis afetos à DGPC. A concepção deste motor de pesquisa online orientou-se assim no sentido de reforçar aquela prestação de serviço público, designadamente em termos de eficácia, eficiência e qualidade no processo de pedido e cedência de imagens digitais.


Nesta perspetiva, o MatrizPIX assume particular relevância enquanto meio de divulgação de conteúdos culturais para fins educativos e científicos, promovendo a sua rápida pesquisa e acesso por parte de utilizadores muito diversificados, não apenas profissionais da Museologia e da Conservação e Restauro, mas também estudantes, docentes e investigadores, em particular nas áreas da Arqueologia, Etnologia e História da Arte e da Arquitectura.

Integrando-se na estratégia de reforço da presença dos Museus, Palácios, Monumentos e outros imóveis afectos à DGPC na internet, o MatrizPIX constitui assim um meio indispensável para a promoção do acesso ao Património Cultural no contexto da Sociedade do Conhecimento.





Fotografia e Inventário do Património Cultural Móvel e Imóvel
Desde o momento da sua emancipação técnica, há já mais de um século, a fotografia revelou-se indispensável também aos museus como meio de documentação das suas coleções, desde logo para fins estritos de conhecimento e divulgação.


Inicialmente restrita às “obras-primas”, a utilização da fotografia abrangeu progressiva e sistematicamente a totalidade das coleções, num movimento que acompanha a miniaturização dos equipamentos e a progressiva redução nos custos com a produção de imagem, e que vem a culminar, ainda muito recentemente, no recurso massivo às tecnologias digitais.

Neste ininterrupto processo, o inventário fotográfico acompanha e complementa de forma decisiva o desenvolvimento do inventário das coleções museológicas. Inicialmente expresso numa fotografia apensa à ficha de inventário, ou numa prova de contacto colada sobre esta, o inventário fotográfico passa, em tempos ainda recentes, com o desenvolvimento de software para inventário de património cultural móvel e imóvel e a estabilização das tecnologias de produção de imagens digitais, a permitir a constituição de verdadeiros álbuns fotográficos para um mesmo objeto, bem como o rápido acesso e utilização de inúmeras tipologias de imagens indispensáveis à documentação em profundidade de um determinado bem cultural.





O Arquivo de Documentação Fotográfica / DGPC
Na perspectiva da actividade museológica, em particular no âmbito da divulgação das suas colecções, aquela revolução digital poderá ser comparável apenas à transição do preto-e-branco para a cor. No caso do ADF/DGPC, trata-se de um processo iniciado em 2001, mantendo integralmente os requisitos técnicos e os critérios de qualidade anteriormente utilizados na produção e cedência de imagens em suporte analógico, de que o MatrizPIX veio dar visibilidade pública a partir de 2008, ano da sua disponibilização.


A constituição do arquivo digital de imagens do Património Cultural Móvel e Imóvel Nacional, a par da promoção da sua acessibilidade pública, constitui precisamente a vocação de serviço público primordial do ADF/DGPC, orientada para a resposta às necessidades de inúmeras entidades para as quais o recurso ao Inventário Fotográfico Nacional se revela indispensável, para fins de estudo, investigação e divulgação editorial de bens culturais móveis.

Para além da realização e preservação da documentação fotográfica necessária ao inventário e divulgação do Património Cultural Móvel e Imóvel Nacional, de entre as diversas actividades desenvolvidas pelo ADF/DGPC destaca-se igualmente a preservação das espécies fotográficas integradas em espólios históricos, em particular dos Museus e Palácios Nacionais, mas também de outras entidades, públicas ou privadas.

Neste âmbito, o ADF/DGPC é depositária de colecções de excepcional interesse para a memória em imagens da cultura portuguesa, quer da parte de instituições, públicas e privadas, quer da parte de diversos coleccionadores. O tratamento destes espólios, acompanhado do seu indispensável estudo, tem vindo a possibilitar a realização de diversas exposições e respetivos catálogos, que constituem um importante contributo para a compreensão da Fotografia Portuguesa dos sécs. XIX e XX, designadamente dos seus principais protagonistas e respetivos contextos históricos, sociais e tecnológicos.

Finalmente, é também ao ADF/DGPC que compete a proposta e divulgação de normas para cedência de imagens do arquivo e, neste âmbito, zelar pela protecção dos direitos de autor e dos direitos conexos e pela aplicação dos regulamentos nacionais e directivas comunitárias em matéria de reprodução de bens culturais móveis; a elaboração de normas e os procedimentos relativos ao processo de recolha, processamento, digitalização e conservação de documentação fotográfica, nos seus diversos meios e suportes.





Inventário de Colecções: do Matriz e MatrizNET ao MatrizPIX
O MatrizPIX constitui-se como interface público de um sistema de informação desenvolvido pela Direção-Geral do Património Cultural para o inventário e gestão de espécimes e arquivos fotográficos, em suporte analógico e/ou digital, no espetro do visível ou do invisível, e contemplando quer fotografia de inventário de bens culturais, quer fotografia de relevância histórica, artística e/ou documental.


A base de dados desenvolvida como suporte físico e fonte da informação disponibilizada no MatrizPIX constitui expressão, em primeiro lugar, das competências do Arquivo de Documentação Fotográfica da DGPC, quer no plano da realização, digitalização e cedência de imagens para inventário fotográfico do património cultural móvel e imóvel, quer no plano da salvaguarda, conservação e inventário de arquivos fotográficos históricos, designadamente de Museus e Palácios Nacionais e de outras entidades, públicas ou privadas.

Por outro lado, o MatrizPIX beneficia igualmente do capital de conhecimento e experiência acumulados pela DGPC no âmbito do inventário e digitalização das colecções dos Museus e Palácios Nacionais, em contexto da utilização do software Matriz e da definição e divulgação das respectivas Normas de Inventário, bem como da disponibilização dos respectivos inventários via MatrizNET, único motor de pesquisa nacional que permite a pesquisa simultânea sobre 34 bases de dados de inventário de colecções (www.matriznet.dgpc.pt).

Para além de se constituir como um recurso de primordial importância para o inventário das colecções dos Museus e Palácios Nacionais, a disponibilização online do banco de imagens do Inventário Fotográfico Nacional constitui expressão da importância que a DGPC dedica a este processo nodal na actividade museológica, na dupla componente de inventários científicos, realizados com recurso ao Programa Matriz e divulgados via MatrizNET, e de inventários fotográficos, a partir do presente geridos e disponibilizados com recurso a uma mesma base de dados: o MatrizPIX.


Direção-Geral do Património Cultural






























Aplicação Matriz - Albúm de imagens










DDF - Utilização de dorso digital; DDF - Conservação de fotografia histórica
Catálogo João Martins; Catálogo Carlos Relvas; Catálogo Jorge Almeida Lima; Catálogo Amália Rodrigues






Aplicação Matriz
Site MatrizNet
 
     
     
     
 
Secretário de Estado da Cultura Direção-Geral do Património Cultural Termos e Condições  separador  Ficha Técnica